segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Quando a Casa Não nos Cabe





Existem momentos em que a casa torna-se opressiva demais. Pode acontecer pouco antes de fases de transformações em nossas vidas. Parece que algo nos diz que alguma coisa está para acontecer, e vamos ficando ansiosos, pois não sabemos se é bom ou ruim. Andamos pela casa, e parece que ela nos sufoca. As paredes parecem ter encolhido e se curvado em nossa direção. Tudo fica menor, mais abafado e opressivo.

O remédio, nessas horas difíceis, é abrir todas as portas e janelas, e fazer uma boa limpeza física: juntar baldes, panos, vassouras, aspirador de pó. Depois de limpar tudo bem limpinho, passar na casa (ou borrifar) uma mistura de água, onde foi fervido louro e acrescentada uma porção de sal grosso e um limão cortado em quatro. Passar / borrifar a mistura em todos os cômodos, visualizando uma limpeza espiritual. Enquanto isso, fazer sua oração preferida. No final, acender um incenso ou queimar um bulbo de cebola, se você tiver uma lareira.

Lembro-me de que antes de mudar-me de casa, sempre sinto uma coisa estranha, mesmo antes da ideia de mudança ser sequer pronunciada em voz alta. Quando morei na minha última casa, coisa de alguns meses antes de pensarmos em mudança, eu andava pelos cômodos e não me sentia neles. Era como se a casa não fosse minha. Havia no ar um cheiro de despedida e melancolia. Logo, meu marido e eu nos interessamos pelo terreno desta casa onde hoje moramos e o compramos, reformamos e nos mudamos algum tempo depois.

Mas às vezes, a opressão que sentimos dentro de uma casa pode ser devido a alguma energia ruim acumulada, que nós trouxemos de algum lugar (ou alguém trouxe). Pode ser um pensamento ruim que de longe nos enviaram. Podem ser os resquícios da atmosfera pesada desencadeada por algum acontecimento ruim em uma casa próxima, do qual nem temos conhecimento. É aí que a limpeza espiritual funciona. De qualquer forma, pensamento limpo sempre abre caminhos. 

Quando as coisas emperram, é hora de parar, olhar em volta, sentir as energias. De repente, nossos planos começam a 'dar para trás.' Aparecem obstáculos inesperados em tudo. Ooops... ora de parar, repensar caminhos e limpar tudo!

Assim, quando a casa não nos cabe, abramos nossas portas e janelas, façamos uma limpeza, e quem sabe, lá no jardim, sob o céu e as estrelas, possamos reencontrar a paz que nos falta? 

Dar uma volta a pé, sair um pouco, fazer umas comprinhas, ir a um salão de beleza, também ajudam. Acredito que muitas vezes, quando a paz nos falta, a aflição transmite-se de nós para o ambiente em que estamos. Também pode ser isso. Para reequilibrarmos a energia da casa, precisamos começar por nós mesmos. Limpezas astrais funcionarão por pouco tempo, se não olharmos para dentro de nós mesmos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!