domingo, 16 de fevereiro de 2014

DOAR






Existe um momento em que o espaço nos armários fica pequeno demais; difícil encontrar as peças de roupa, os sapatos, as bijuterias e jóias. Tudo passa a exalar aquele característico aroma de mofo e de coisa guardada.  Às vezes, caminhar pela casa passa a ser uma aventura que consiste em desviar de móveis e objetos de decoração que atravancam o caminho, e fazer uma limpeza pode levar dias a dias devido ao grande número de adornos e mobília.

É hora de doar.

Penso que sempre que algo novo entra pela porta da casa, algo usado da mesma categoria deve sair. Isto ajuda a manter o espaço harmonizado e limpo, além de fazer um bem tremendo a alma da gente - doar coisas que não usamos mais, quando em bom estado, significa preencher uma falta na vida de alguém que necessita daquele objeto.

Doar é bem mais do que simplesmente livrar-se de algo que atrapalha: deve ser um gesto que venha  do coração. Não significa caridade alguma, pois a caridade verdadeira está em doar aquilo que mais precisamos. Mas pode significar um pequeno gesto de solidariedade. Faz bem à casa e à alma.

Achei sensacional a ideia de um site de compra e venda, cuja 'tagline' é: "Desapega, desapega!" Doar é desapegar-se. 



5 comentários:

  1. Preciso pensar assim. Tenho muitos objetos para doar, mas não tomo iniciativa. Esse texto até parece que foi escrito para mim. Gostei,

    ResponderExcluir
  2. Essa vassoura varrendo energia ruim é genial!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde amiga!
    Vim retribuir sua visita, grata pelo carinho e atenção, desculpe-me se ando meio sumida, além dos trabalhos-Escolas, estou só, com os afazeres de casa, estou sem tempo mesmo. Vou dando um jeitinho e sempre que posso retorno as postagens e visitas.
    Adorei seu post, ele nos dá uma grande lição. Com certeza não devemos nos prender a bens materiais a ajudar quem precisa.
    Abraços fica na paz de Deus.
    Lourdes Duarte

    ResponderExcluir
  4. Sim, vc faz referência ao óbola da viúva, que doou tudo o que tinha, em contraste com os fariseus que doavam a sobra.

    ResponderExcluir
  5. É... preciso aprender a doar... o problema é que os objetos tem um valor sentimental... ai vao ficando... ficando...

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!