quarta-feira, 19 de março de 2014

A CADEIRA DE BALANÇO





A primeira casa que compramos pertencia a um casal de idosos. Na sala de estar havia uma cadeira de balanço antiga, dessas com assento e encosto de palhinha. Eles estavam mudando para um pequeno apartamento e teriam que se desfazer de uma parte de seus móveis; quando soubemos, imediatamente fizemos uma oferta na cadeira de balanço.

Eu sempre quisera possuir uma cadeira de balanço. Lembro-me que nossa Tia Rosa tinha uma na edícula, e quando nós a visitávamos, eu me sentava (pequenininha, no meio da enorme cadeira) e ficava ali quietinha durante horas...

A cadeira de balanço que compramos dos ex-donos da nossa primeira casa ficou conosco durante os sete anos que moramos lá, e quando  vendemos a casa e nos mudamos para esta onde hoje moramos, trouxemos a cadeira conosco. Minha irmã refez para mim a palhinha do assento, já gasta, e dei-lhe, eu mesma, uma demão de verniz.

Mas acho que as coisas tem seu tempo de permanência nas casas e junto às famílias. Há algum tempo, eu vinha entrando em minha sala de estar e, ao deparar com a cadeira antiga e escura (agora, é preciso refazer a palhinha do encosto) achei que dezesseis anos já foi tempo demais. Em termos de funcionalidade, ela não estava mais agradando. Visualmente, ela deixava aquele cantinho da minha sala um tanto escuro e triste.  Decidi substitui-la por um moderno pufe reversível em mesinha de centro quando necessário, pois achei-o mais prático, clarinho e funcional. 

A cadeira de balanço está em minha varanda, aguardando seu destino... não sei se a vendo, doo ou pinto com cores alegres, deixando-a na varanda. Ainda não decidimos o que fazer com ela. Pacientemente, ela nos olha sempre que entramos e saímos de casa. Parece entender que talvez o seu tempo conosco tenha acabado, e sei que ela nos perdoa e não guarda ressentimentos por ter sido substituída pelo pufe moderninho.



3 comentários:

  1. Ana, pinte a cadeira coloque uma linda almofada ela vai ficar linda na sua decoração.Adoro misturar moveis antigo com moderno na decoração!
    Bjs
    Amara

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, sou seu mais novo seguidor (rs)
    Amo cadeira de balanço, aqui em casa temos duas que ficam no terraço. Uma vez escutei alguém dizendo que cadeira de balanço nos ajuda quando estamos ansiosos e apressados, pois sentamos, nos balançamos e nem percebemos o tempo passar. Tem lógica... Então, restaure a sua e faça bom uso, minha querida.

    Abraços

    Mesa de Conversa
    http://www.mesadeconversa.com

    ResponderExcluir
  3. Parabéns a você querida blogueira, pelo seu dia,20 de março. Parabéns por continuar com suas belas postagens, mantendo vivo este espaço, mesmo em momentos como este em que as redes sociais tem tentado ofuscar esse brilho ... Blog é cultura é arte, é poesia, é notícias, é entretenimento e é um espaço de grandes aprendizagens e trocas de experiências...
    Obrigada por fazer parte, por compartilhar comigo com o meu trabalho nos meus blogs, seja sempre bem vinda, sua participação é muito importante.
    Parabéns!!!
    Profª Lourdes Duarte

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!