segunda-feira, 11 de maio de 2015

Na Bons Fluidos Deste Mês...





Encontrei dois pensamentos muito bacanas na revista Bons Fluidos deste mês, na reportagem que fala sobre a casa de Cacá Bratke, fotógrafa. Um deles, é da própria Kaká, e diz: "A casa é como  a gente. Ela vai se modificando ao longo da vida. Vamos abrindo mão de algumas coisas, conquistando outras. Ela vai se acomodando ou se revelando, da mesma forma como as escolhas que fazemos sobre ir ou não por um caminho. A casa nada mais é do que a gente mesmo."

E também do filósofo Gaston Bachelard: "A casa é uma das maiores forças de integração para os pensamentos, as lembranças e os sonhos do homem. Nessa integração, o princípio de ligação é o devaneio... sem ela, o homem seria um ser disperso. Ela mantém o homem através das tempestades do céu e das tempestades da vida. É o corpo e é a alma. É o primeiro mundo do ser humano... o primeiro berço."

Gostei muito de ambos, pois penso exatamente como eles. Realmente, a casa tem uma importância muito grande na vida da gente, e muitos nem sequer percebem, e talvez por isso sintam-se tão perdidos e desconectados. Quando não estamos em harmonia com o ambiente em que vivemos, é porque existe uma desarmonia interior que necessita de atenção. Achei também muito interessante o pensamento do filósofo, pois ele associa a casa à palavra  "alma," que coincidentemente, dá título a este blog.

Acho essencial que possamos gostar do lugar onde moramos. Se a vizinhança não for do nosso agrado e as circunstâncias não permitirem uma mudança, podemos ao menos transformar o interior da casa em um refúgio que nos encante, usando um pouco de imaginação, organização, amor e cuidado.

Maravilhosa a reportagem, e também a revista deste mês.


2 comentários:

  1. Gostei de suas observações, sobre a casa em que vivemos, Ana. Enquanto estive insegura, pouco me apegava à casa, mas depois
    que, me achei como pessoa, senti nela, meu porto seguro, mais "moradora", em todos os sentidos. Agradeço, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  2. Gosto de voltar para casa depois de um dia cheio... a casa nos protege...é um pouco colo e abrigo...

    Beijos...

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!