segunda-feira, 14 de março de 2016

Casas que Viraram Lama








Um minuto de silêncio às casas que viraram lama. 

Desceram pelas ribanceiras, levando pessoas, sonhos e planos, e deixando pesadelos e saudades.

A chuva, tão tranquila e tão bonita quando estamos em segurança, é o som da ameaça para quem mora nestas casas no alto das colinas. 

Que um dia as montanhas só tenham árvores e plantas, e sejam refúgio dos passarinhos e animais silvestres, e não última solução para os homens que não tem onde morar e constroém lá as suas casas por falta de opção. 

Que um dia sonho deixe de ser sinônimo de utopia, pois todo mundo tem como maior sonho, uma casa segura para viver e estar protegido, uma casa de onde se ouça a chuva, e ao invés de sair correndo em desespero, se possa fechar os olhos e dormir em paz, curtindo o tamborilar das gotas no telhado.





3 comentários:

  1. Parabéns pelo seu "Casas que Viraram Lama". Uma bela crônica.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Também acho, Ana, e o que me admira é a prefeitura deixar famílias inteiras fazerem suas moradas nessas colinas. Falta responsabilidade e muito de humanidade. Quem não sabe que um dia tudo pode virar lama?
    Beijo! Olha quem achei aí em cima...rss

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, queria Ana!
    Está acontecendo tanta tristeza por chuvas ou por lixo acumulado... tempo conturbado de tanta dor em nosso coração sobretudo por pessoas inocentes que pagam por desleixos públicos, muitas vezes...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!