quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Estrogonofe da Ana







Tem gente que acha um verdadeiro absurdo, mas eu ponho umas coisitas no meu estrogonofe que as pessoas geralmente não põe. Se fica bom? É claro que fica! Pelo menos, eu acho. E as pessoas gentis e educadas que comem, também. 

Para começar, no meu estrogonofe a carne nem é tão importante assim, e ela é picada em pedacinhos minúsculos e utilizada em pouca quantidade. Mas eu sempre coloco bastante champignon. E uma lata de ervilhas. E azeitonas verdes picadas. 

Primeiro, eu deixo a carne dourar com os temperos - uso apenas alho e azeite, pois não gosto muito de cebola e tenho problemas para digerí-la. Depois, coloco mais ou menos um copo de vinho, que pode ser tinto ou branco, e sal à gosto (sempre uso bem pouco sal na minha comida) e deixo refogar; após mais ou menos dez minutos, acrescento um pouco de molho de tomate, as ervilhas e a azeitona verde picada. Deixo refogar mais cinco minutos, e se necessário, acrescento um pouco d'água - pouquinho, para que o molho fique cremoso, e não aguado. Depois, desligo o fogo, coloco o creme de leite e um pouco de ketchup. O ketchup dá um gostinho especial, agridoce. 

Sirvo com arroz branco e batata palha - ou batata sotè. 

Experimentem, e me digam se ficou bom.



2 comentários:

  1. Oi Ana!
    Não tenho dúvida que seu estrogonofe deve ficar uma delícia com essas coisitas a mais =) Vou fazer assim da próxima vez!
    Feliz 2017!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Achei uma delícia seu Estrogonofe, menos complicado, vou fazer...
    Obrigada pela receita, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!